domingo, 4 de março de 2012

Paciência


Sabe o que acontece... é mais ou menos assim; Seis da manhã e já é dia a muito tempo pra mim. Para indivíduos que vão a luta dormindo em pé na lotação. Querendo que chegue logo o sábado, o pagamento, A Salvação. E o tempo? Me pede pressa.
A vida não para....Aparecem doenças no corpo e na alma! E a cura? É paga a prestação. Não há mais sorriso no rosto, um abraço no pai, um bom dia ao cidadão. E a solução? É fingir ter paciência.
A raridade da vida eu encontro a cada esquina, cheirando cola, bebendo, fumando...é a saída. São corpos pedindo um pouco mais de alma. 
         E minha sanidade  acredita que isso tudo é normal. Por que minha loucura é acreditar que ainda exista cura pro mal.

Sim meus caros, Eu sou louco! O Teatro é Mágico e a entrada é só para raros. 






Um comentário:

~ Rosi disse...

Belíssima polifonia!